VDG é o espumante que faltava 11/10/2016
 

Os champanhes e espumantes estão a tornar-se cada vez mais bebidas para o dia-a-dia, e a taxa de crescimento das vendas não para de crescer. No mundo inteiro e mesmo em Portugal esta «bebida de borbulhas» entrou definitivamente na moda, já que pode acompanhar todos os tipos de pratos em todas as situações sociais.

Consciente das potencialidades desta franja do mercado, também a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito (ACVCA) resolveu criar o seu espumante, aumentando assim o seu portfolio de produtos.

O VDG aí está, a provar que também a zona da Vidigueira pode estar presente na mesa dos que «dessacralizaram» o espumante, a ponto de já hoje muitas pessoas acompanharem as suas refeições, e não apenas as celebrações, com este vinho parcialmente fermentado na garrafa.

Para o presidente da ACVCA, engº José Miguel d’Almeida, «trata-se também de acompanhar as tendências do mercado, uma vez que em termos mundiais e nacionais, os espumantes são vinhos muito acarinhados. Pensamos que no nosso caso, a excelência das nossas castas brancas, nomeadamente a Antão Vaz, aconselhava que dessemos esse passo».

O VDG foi espumantizado nas Caves da Montanha na Bairrada, uma das regiões de Portugal com, maior experiência no fabrico ou preparação deste género de vinhos. Estão presentes nas 5 mil garrafas de 2015 as castas tradicionais da Vidigueira, nomeadamente a Antão Vaz.

Para o engº Luis Leão, enólogo da ACVCA, «este é mais um passo na estratégia de diversificação dos nossos vinhos, e no futuro ter mais novidades nesta linha de produtos.»

Segundo dados do IVV, em Portugal, a produção de vinho espumante de 2004 para 2015 cresceu 324%, fixando-se no ano passado em 37 400 hl. No Alentejo e no mesmo período a produção cresceu de 616 hl para 1 387 hl.

No caso da denominação do espumante VDG, existe a feliz coincidência de poder significar Vidigueira, ou Vasco da Gama que foi Conde das terras dos concelhos abrangidos pela ACVCA. 

VDG é o espumante que faltava
Copyright (c) Adega cooperativa da Vidigueira - 2013 - Design by HBR Morada