• No products in the cart.
Finalizar Compra

Mês: Abril 2019

ADEGA COOPERATIVA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO NO VIDIGUEIRA VINHO 2019

Por ocasião do certame Vidigueira Vinho, organizado pela Câmara Municipal de Vidigueira, o Vidigueira Licoroso Branco é a estrela da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito. De sabor doce e muito aveludado, este licoroso deve beber-se frio (12ºC a 14ºC), como aperitivo, e acompanha muito bem queijos curados, compotas ou sobremesas regionais, como a sericaia.

Nesta edição do evento, dedicada à valorização e dignificação das artes associadas à produção de vinho de talha, a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito dará também a degustar o seu recente Vidigueira – Vinho de Talha DOC Alentejo 2018, produzido a partir de uvas de vinhas centenárias, e recorrendo a esta prática milenar de vinificação típica do Alentejo, com pretensões a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

A Adega aproveitará este evento para divulgar o seu novo projeto de Enoturismo, a Casa das Talhas, num stand próprio que replica o conceito e arquitetura do novo espaço que abre portas no terceiro trimestre de 2019. Contando com o apoio do Turismo de Portugal, a Casa das Talhas pretende promover e desmitificar as origens e artes do vinho de talha, descendente dos romanos e com mais de dois mil anos de história

Adega de Vidigueira lança Vinho de Talha branco 2018

Repetindo um êxito que começou em 2017, a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito continua com a produção do Vinho de Talha feita exclusivamente a partir de uvas brancas provenientes de vinhas com mais de 100 anos. Como é apanágio nesta técnica milenar, foi também utilizado, em 2018, o processo de vinificação deixado pelos romanos, muito popular nesta região do Alentejo.

Apresentado em modo soft launch no decorrer da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, no mês de março, a nova referência chama-se Vidigueira – Vinho de Talha DOC Alentejo 2018.

O Vidigueira – Vinho de Talha DOC Alentejo 2018 é produzido a partir de uvas de vinhas antiquíssimas, com produções muito reduzidas, mas cujos cachos têm uma refinada e invulgar qualidade.

Engº Luis Morgado Leão, enólogo da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito explica que «as vinhas centenárias produzem cachos mais densos, concentrados e muito complexos em aromas e sabores. É por isso que os vinhos de talha obtidos a partir destas uvas são vinhos únicos, intensos e cheios de personalidade. Na nossa Casa das Talhas conseguimos produzir um vinho totalmente diferente daqueles que a Adega produz regularmente».

As uvas que deram origem a este Vinho de Talha são provenientes de apenas 6 hectares de vinhas, propriedade de associados da Adega que as disponibilizaram para este projeto inovador. Todos são unânimes em revelar o seu «elevado orgulho e expectativa» por verem o seu trabalho recompensado, uma vez que entregaram uvas das castas brancas tradicionais: Antão Vaz, Roupeiro, Manteúdo, Diagalves, Larião e Perrum, algumas delas quase em extinção.

.                                   

Scroll to top