• No products in the cart.
Finalizar Compra

Mês: Agosto 2019

Prensa Pneumática arranca nesta vindima

A modernização da nossa Adega, dotando-a dos equipamentos tecnológicos adequados para a prossecução das suas atividades está sempre na ordem do dia. Desta feita a próxima vindima decorrerá de uma forma mais fluída e expedita graças a entrada em funcionamento de uma nova prensa pneumática.

O equipamento adquirido pela ACVCA é uma prensa Bella Toffola PF 200 de cincho fechado, que vai reduzir o número de ciclos de trabalho. Como nos diz o engº Luis Morgado Leão, enólogo da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, «As prensas de tanque fechado podem processar qualquer tipo de vinho e são especialmente indicadas para tintos e rosés, graças à possibilidade de macerar as peles diretamente no interior da prensa. A membrana tubular fixa ao tambor central aumenta consideravelmente a superfície de drenagem, que ocorre através das grades perfuradas dispostas em um anel em torno da circunferência do tambor».

Graças a esta nova prensa pneumática de membrana central a prensagem é efetuada com uma pressão reduzida, pois no interior do cilindro da prensa, o produto é distribuído numa camada uniforme e de baixa espessura. Por outro lado não há restrições quanto ao tipo de uva a prensar, graças ao sistema de programação bastante flexível e de fácil manuseamento, e a lavagem é feita através de uma porta de limpeza que facilita o acesso a todo o interior do cilindro perfurado.

Esta nova prensa pode processar 14 toneladas de uva inteira, 40 a 60 ton. de uva esmagada e 60 a 80 ton. de uva fermentada.

PESGAGEM DAS TALHAS NA ACVCA

 

Depois das talhas serem colocadas de boca para baixo, assentes em pedras, acenderam-se pequenas fogueiras, enquanto, ao mesmo tempo, se derreteu num tacho o pez loiro (resina de pinheiro) e cera de abelha. O líquido foi, depois, derramado no interior das talhas aquecidas que, agora deitadas no chão, são cuidadosamente reboladas para distribuir o líquido por igual no seu interior. A operação foi coordenada por Joaquim Tavares, um verdadeiro especialista neste processo de impermeabilização das talhas, e que garantiu, assim, o polimento impecável do interior das talhas da Adega. Este processo, 100% manual foi executado à imagem do que faziam os romanos há dois mil anos, e que garante a qualidade do Vinho de Talha que aqui vamos fazer daqui a umas semanas.

Já estamos a pensar no que aí vem…, mas estas mesmas talhas serão expostas no nosso novo espaço de Enoturismo, a Casa das Talhas a inaugurar em breve…

 

Scroll to top