VDG: Do Alentejo para o Mundo

Inspirado na viagem de Vasco da Gama para a Índia, este VDG é um vinho jovem, elegante e repleto de história e sabedoria. Embarque nesta viagem e descubra o melhor que este Alentejo tem para oferecer.

VDG: Do Alentejo para o Mundo

VDG Branco

Cor cítrica com laivos esverdeados, aroma exuberante a notas de fruta tropical e lima. Na boca revela-se com acidez refrescante.

VDG Branco

VDG Branco

Cor cítrica com laivos esverdeados, aroma exuberante a notas de fruta tropical e lima. Na boca revela-se com acidez refrescante.

VDG Branco
VDG Tinto

VDG Tinto

Cor granada, aroma intenso a flor de laranjeiro, fruta madura e especiarias. Na boca é fácil, suave e elegante.

Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Aragonez

VDG Tinto

Cor granada, aroma intenso a flor de laranjeiro, fruta madura e especiarias. Na boca é fácil, suave e elegante.

Castas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Aragonez

VDG Tinto

VDG Antão Vaz

Fiel ao meio envolvente onde é produzido, cor citrina, nariz com notas de abacaxi e minerais. Final fresco e elegante.

Castas: Antão Vaz

VDG Antão Vaz

VDG Antão Vaz

Fiel ao meio envolvente onde é produzido, cor citrina, nariz com notas de abacaxi e minerais. Final fresco e elegante.

Castas: Antão Vaz

VDG Antão Vaz

Vasco da Gama: Do Alentejo para o Mundo

VDG de Vidigueira ou VDG de Vila dos Gamas ou mesmo VDG de Vasco da Gama? Todos estão corretos. Vasco da Gama foi o Primeiro Conde de Vidigueira, título concedido por D. Manuel I em 1519, como recompensa pela Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia.

Sugestão de Passeio: Trilho do Conde

VDG é aventureiro e gosta de missões. Se incluírem o verbo ir, viajar, saborear, experienciar, a missão será certamente feliz. A missão do VDG é promover uma viagem desde a Vidigueira, do Alentejo para o Mundo.