Atos Vínicos

Quando o vinho é uma viagem, que se desenrola em Atos!

Vasco da Gama, famoso argonauta, 1º conde de Vidigueira e almirante das Índias empreendeu uma viagem épica de descoberta, de 1497 a 1499. O descobrimento do caminho marítimo para a Índia foi a inspiração para criar 7 “Atos Vínicos”, com 7 paragens que correspondem a diferentes fases desta epopeia dos portugueses. 

Cada “Ato” representa uma fase da viagem, sempre progredindo em aromas e sabores, tal como nos vinhos. Descubra as diferentes gamas dos vinhos da Adega Cooperativa Vidigueira, Cuba e Alvito e surpreenda-se pela descoberta. 

ATO I - O prenúncio da viagem
Quatro garrafas de vinho. Da esquerda para a direita: Navegante Regional Branco 1L, Navegante Regional 0,75L, Navegante Regional Tinto 1L e Navegante Regional Tinto 0,75L. Vinhos Adega Vidigueira Cuba e Alvito

“Imagine-se numa nau. Grandiosa, madeira de carvalho ainda a estalar, velas brancas alinhadas por hastear.
Flutua, suave e pacientemente, como quem não se importa de a partida delongar.
É cedo, há ainda um silêncio no ar.”

ATO II - A PARTIDA
Três Garrafas. Em primeiro plano Vila dos Gamas Branco, em segundo plano, Vila dos Gamas Antão Vaz e Vila dos Gamas Tinto. Vinhos ACVCA

“Imagine-se numa nau, de encontro a ela, num compasso ritmado, um punhado de homens por um liderados, portugueses.
Nas mãos, a força do trabalho, aos ombros um peso pesado, no ar um aroma floral profundo, e no olhar a tristeza da vila deixar, mas também a convicção de partir, conquistar.”

ATO III - A saudade
Sete Garrafas, da esquerda para a direita: Vidigueira DOC Branco, Vidigueira Rosé, Vidigueira Signature Branco, Vidigueira Signature Tinto, Vidigueira Superior, Vidigueira DOC Tinto 1,5L e Vidigueira DOC Tinto 5L. Vinhos ACVCA

“Passam já tantos dias… imagino em casa estar, acordar, e no horizonte a planície encontrar, não sendo apenas mar e mar…
São duas as tempestades a enfrentar, mas continua forte a sede de novas terras vislumbrar, e aí sim, portugueses destemidos, lá vamos brindar.”

ATO IV - A Inspiração
Seis Garrafas. Da esquerda para a direita: Vidigueira Alicante Bouschet, uma garrafa magnum de Vidigueira Antão Vaz, Vidigueira Antão Vaz, Vidigueira Syrah, Vidigueira Trincadeira e Vidigueira Touriga Nacional

“Tenho-te a ti, mistério para uns, revelação em mim.
Candura, brancura, frescura, enfim… complexidade na origem do «ser», clareza na descoberta do saber, arrebatadora na essência do sentir, viajaste comigo sem daí partir.”

ATO V - A decisão
Três garrafas de vinho. Em primeiro plano Vidigueira Grande Escolha Branco e em segundo plano Vidigueira Grande Escolha Tinto e Espumante Vidigueira DOC. Vinhos e espumante da Adega Cooperativa Cuba e Alvito

“Vejo Mar e Mar, em que sentido remar?
Norte, sul, este, oeste… recorro a ela para o meu caminho clarear, uma decisão tenho que tomar…

Escolho continuar… e um trago de vinho…”

ATO VI - A bonança
Duas garrafas de vinho. Em primeiro plano Vidigueira Reserva Tinto e em segundo plano Vidigueira Reserva Branco. Vinhos da Adega Cooperativa Cuba e Alvito

“Foi longo o dia a navegar.
Olho o céu, melhor vista não poderia alcançar… estrelas refletidas também no mar… e neste momento com um grito a tripulação vou chamar e das barricas de carvalho no porão retirarmos aquele que nos vai acalentar a esperança de à nossa terra voltar.”
 

ATO VII - A conquista
Garrafa de Vinho Vidigueira Grande Reserva 1498

“Veja ao fundo algo que não me parece mar…
Será? Não posso acreditar…
Podemos, por fim, descansar e a vitória desfrutar!

 Que “venha o vinho!”,
E nele tu, momento único a degustar…”