• No products in the cart.
Finalizar Compra

Categoria: noticias

VIDIGUEIRA VINHO DE TALHA VENCEDOR DO PRÉMIO INTERMARCHÉ

VIDIGUEIRA VINHO DE TALHA premiado na categoria “Produtos Transformados” pela 7ª edição dos Prémios Intermarché

 

O melhor da Produção Nacional já apresentou os finalistas da 7ª edição do Prémio Intermarché, e o nosso Vidigueira Vinho de Talha foi o vencedor na categoria “Produtos Transformados”.

Este projeto do Intermarché tenciona valorizar e promover o que é nacional e sensibilizar a sociedade para a importância do Sector Primário português. O Vidigueira Vinho de Talha é um vinho único, singular e tradicional. Estas são algumas das características que definem este vinho que conta com uma história e tradição de vinificação com mais de dois milénios.

As uvas que dão origem a este Vidigueira Vinho de Talha são provenientes de vinhas centenárias, propriedade dos nossos associados e que as disponibilizaram para a sua produção. Das uvas das castas brancas tradicionais que entregam, algumas delas encontram-se quase em extinção: Antão Vaz, Roupeiro, Manteúdo, Diagalves, Larião e Perrum. Esta produção é um orgulho para nós e o prémio do Intermarché só veio fomentar ainda mais o valor deste produto a nível nacional.

O método de produção deste vinho engloba um conjunto de fatores, desde a “pesgagem” da talha, ou seja, os cuidados a ter com a talha e a forma como é revestida no seu interior. Este processo é importante, pois garante ao vinho uma chegada adicional de aromas e sabores particulares. A técnica e os utensílios usados na sua produção trazem o peso da antiguidade. O momento de inserir a torneira permitirá a passagem do vinho filtrado pelas massas para o alguidar de barro, leva ao tão tradicional “aparadinho”, ato de encher o copo diretamente da torneira.

 

Pode garantir já a aquisição da sua garrafa aqui!

PROMOÇÕES ESPECIAIS DE NATAL

O Vidigueira Espumante, elaborado a partir da casta Antão Vaz pelo método clássico, apresenta uma cor citrina palha, aroma de grande intensidade com notas minerais e tostadas. Na boca é extremamente encorpado e fresco, com uma acidez bem marcada e um final longo e persistente.

Faz parte dos momentos mais significativos das nossas vidas e das comemorações mais marcantes. Durante anos esteve sempre presente nos aniversário nem a uma única passagem de ano.

Adquira já o seu!

 

 

Gama de entrada ma marca Vidigueira, é um vinho tinto com a típica mistura das castas Trincadeira, Syrah e Alicante Bouschet. Apresenta um sabor macio, encorpado e persistente, além de aromas frutados e florais.

Uma escolha que não deve passar despercebida para este Natal!

 

 

 

 

Os Vidigueira Signature, assinados pelo enólogo Luis Morgado Leão, apresentam-se como vinhos com aromas de grande complexidade.

No branco temos notas de fruta tropical muito madura, sabor intenso com notas fumadas da madeira. Já o tinto estagiou em madeira durante 9 meses, em plena harmonia e que se expressa no equilíbrio que apresenta.

Aquela combinação perfeita!

 

 

 

VEJA O NOSSO CATÁLOGO COMPLETO AQUI!

RECUPERÁMOS UMA ADEGA CENTENÁRIA “ESCONDIDA”

E se ao recuperarmos o espaço da nossa loja de vinhos nos deparássemos com uma Adega antiga, datada do século XVIII? Isto foi o que nos aconteceu!

 

Nada poderia mudar mais um projeto, do que a descoberta de um edifício antigo para produção de vinho, dentro da própria Adega. Durante os trabalhos de remodelação do espaço, surgiram estruturas antigas, com várias fases de construção e adaptação à função que agora retoma: uma Adega tradicional num edifício nobre da vila de Vidigueira. Após esta descoberta optou-se por alterar o sentido da decoração inicial, deixando à vista a estrutura da Adega Velha, o que permitirá aos nossos visitante usufruir do espaço conforme este foi criado e permitir que todos tenham contato com a história.

José Miguel de Almeida refere que “A Adega Cooperativa de Vidigueira Cuba e Alvito está sediada junto da zona nobre e de primeira ocupação da vila de Vidigueira. De facto, não esperávamos que o edifício contíguo à Loja da Adega albergasse uma construção antiga com estas características, o que só vem dignificar esta Adega e a região.”

Após investigação por um dos historiadores da Adega, concluiu-se que esta rua foi ocupada por um número significativo de pessoas no início do séc. XVIII, como uma zona de expansão recente da vila de Vidigueira. Assume-se que terá origens bem mais antigas, entre os finais do séc. XVII e meados do séc. XVIII a contar pelas várias fases de construção que se encontraram.

A Adega Velha pretende ser um complemento da Casa das Talhas, o espaço de enoturismo da Adega, cujo foco é o vinho de talha e toda a sua abrangência história e cultural.

 

Este novo espaço de enoturismo, denominado Adega Velha, encontra-se ao lado da loja da Adega e pode ser visitado todos os dias das 9h00 às 19:00 horas.

A NOSSA EQUIPA ESPERA POR SI!

AS NOSSAS SUGESTÕES DE NATAL

COMPRE OS SEUS PRESENTES QUANDO E ONDE QUISER

A Adega promete levar à Ceia de Natal todos os aromas e sabores que tanto nos encantam. O vinho tão característico da nossa tradição e cultura não será esquecido e para cada paladar existe o vinho certo. Por esse motivo, a Adega criou um Pack Especial. Este Pack, denominado de Ato IV – A Inspiração, é uma edição limitada, e nele estão todos os vinhos que representam o ATO IV do storytelling desta Adega. A edição limitada é composta por 5 vinhos que exibem a unicidade do clima e dos solos da Vidigueira assim como das suas castas.

ghfhnbv

 

 

 

A adega só produz uma monocasta Trincadeira em anos excecionais. Foram precisos oito anos para voltar a presentear-nos com esta casta, a Trincadeira. Um vinho com aroma a frutas pretas de caroço bem maduras e que na boca se apresenta extremamente encorpado com um toque vegetal. Uma boa escolha para pratos de carnes vermelhas, com entradas como enchidos e queijos fortes e até mesmo com chocolate e menta, a imaginação não tem limite.

 

 

 

 

Este vinho, o topo de gama dos produtos produzidos pela Adega, tem uma edição limitada de apenas 1498 garrafas todas elas numeradas, com certificado de autenticidade, e disponibilizadas dentro de uma mini arca de madeira de nogueira polida. Um vinho único e especial a partir de uvas tintas selecionadas, em vinhas escolhidas entre as melhores dos seus associados. Um vinho que começou a ser trabalhado na vinha e chega ao copo com um excelente volume de boca, integrado pela madeira nova, com taninos firmes mas sedosos e um final prolongado, que nos leva numa longa viagem pelos sentidos. Falamos de pura excelência!

 

 

 

 

VIDIGUEIRA VINHO DE TALHA FINALISTA DA 7ª EDIÇÃO DO PRÉMIO INTERMARCHÉ

O melhor da Produção Nacional já apresentou os pré-finalistas da 7ª edição do Prémio Intermarché, um projeto que tenciona valorizar e promover o que é nacional e sensibilizar a sociedade para a importância do Sector Primário português. Este prémio encontra-se dividido em quatro categorias desde Produção Primária, Produtos Transformados, Inovação em Embalagem e Ideias com Potencial. E em cada categoria foram avaliados 3 critérios:

Inovação: Empreendedorismo; Abordagem ao mercado.

Sustentabilidade: Social e Económica; Ambiental.

Origens: Metodologias de produção e identidade dos produtos desde que criados até aos dias de hoje.

A Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito encontra-se nos pré-finalistas com o Vidigueira Vinho de Talha, um produto único por diversos motivos, na Categoria “Produtos Transformados”.

  1. ORIGENS: A matéria prima deste vinho é proveniente de uvas de vinhas centenárias, que atualmente são consideradas vinhas raras, pela sua idade, pelas castas e pelas caraterísticas únicas que permitem a produção de vinhos intensos e cheios de personalidade (fique a conhecer mais aqui). As talhas onde as uvas são depositadas, e o vinho é produzido, são pesgadas antes da produção, um ritual ancestral (veja aqui o processo). E as técnica e utensílios usados na produção do Vinho de Talha (veja o processo aqui).
  2. SUSTENTABILIDADE: Preservação das vinhas centenárias, e de um método de vinificação do Vinho de Talha com mais de dois milénios.
  3. INOVAÇÃO: A Casa das Talhas, um projeto que é um Centro de Valorização e Dinamização do Vinho de Talha com um património único para dar a conhecer os guardiões dos ancestrais rituais do Alentejo e de um modo de vida de outros tempos. Neste espaço de Enoturismo, estamos no coração da região que se fez lar de um vinho muito especial. (visite o nosso site aqui).

Leia o artigo completo da Revista E, do Jornal Expresso:

« ADEGA COOPERATIVA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO
O vinho da talha alentejano proveniente de vinhas centenárias

Na Vidigueira, o vinho da talha bebe-se como manda a tradição: na adega, diretamente da vasilha de barro ou de jarros, em copos de taberna bem servidos, e de preferência em comunidade, rodeado de calor humano e de uma boa lareira. É assim desde que há cultura da vinha nesta região do Alentejo, ainda os romanos ocupavam o território e onde continuam a encontrar-se, atualmente, vinhas centenárias cujas uvas de castas brancas tradicionais (Antão Vaz, Roupeiro, Manteúdo, Diagalves, Larião e Perrum, algumas delas quase em extinção) dão origem a um néctar de sabor único. Para preservar todo este património regional, a Adega Cooperativa de Vidigueira Cuba e Alvito, fundada há 60 anos como polo agregador de dezenas de pequenos  produtores de uva (hoje, 283 cooperadores) destes concelhos, criou um projeto de enoturismo que inclui a Casa das Talhas, a qual convida à descoberta do terroir e do culto deste vinho de inspiração milenar através dos sentidos.

A modernização de processos quase extinguiu a talha enquanto método de fazer vinho, mas, em 2017, esta instituição retomou esse modo de produção ancestral e artesanal e assim surgiu o “Vidigueira Vinho de Talha”. “Queremos manter-nos fiéis a essa causa de só fazer o vinho a partir dessas vinhas centenárias, distribuídas apenas por seis hectares, pelo que a produção será sempre limitada”, destaca José Miguel Almeida, presidente da cooperativa. Para uma boa degustação deste vinho extremamente aromático, o mesmo deve servir-se a uma temperatura entre os 10 e os 11 graus centígrados e é perfeito para acompanhar pratos tanto de peixe como de carne.

SUGESTÃO BOA CAMA BOA MESA
A melhor forma de conhecer o universo do Vinho de Talha é fazer uma visita à Casa das Talhas (Tel.: 939 190 460), que inclui passagem pela adega, sala das barricas e provas de vinhos. O espaço inclui wine bar e também organiza workshops vínicos.»

 

Fique a conhecer todos os pré-finalistas aqui.

 

Mais informações sobre a 7ª edição do Prémio Intermarché

Constituem o Júri, para além do Intermarché, representantes dos parceiros envolvidos nesta iniciativa: a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), a DOCAPESCA, a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa (FMV), o Instituto Superior de Agronomia (ISA), a Impresa e a Quercus. Todo o processo de análise de candidaturas e de decisão de vencedores é auditado pela EY, parceiro auditor.

A nível institucional, o Prémio Intermarché Produção Nacional conta com o apoio do Ministério da Agricultura, Ministério do Ambiente e da Ação Climática, Ministério da Economia e Transição Digital e Ministério do Mar.

VINDIMAS 2020

Com o final das vindimas, não podíamos estar mais contentes! 

Passamos um período controverso que foi marcado por uma nova realidade. Estas vindimas não foram em nada iguais ao que estávamos habituados, distâncias tiveram de ser mantidas, espaços tiveram que ser respeitados, materiais desinfetados num espaço de tempo ainda mais curto que o normal, e a adiafa que ficará para o ano que vem.

As condições meteorológicas foram instáveis, dias muito quentes, e noites que revezavam entre o frio e o quente. Verificou-se algum escaldão em algumas vinhas, mas os nossos associados conseguiram cuidar das restantes uvas para que chegassem à Adega com qualidade. Destacamos a boa produção das uvas com um aumento de 13 %.

Os brancos apresentam aromas bastante frutados, e os tintos revelaram uma cor fantástica. Castas como o Antão Vaz, o Arinto, o Alicante Bouschet, a Trincadeira e o Touriga Nacional apresentaram cachos consistentes, com o nível de açucares adequado e um teor alcoólico equilibrado.

Apesar de todos os obstáculos “os cooperadores desta Adega conseguiram fazer com que as vindimas corressem sem contratempos, seguindo o Guia de Recomendações – Vindimas 2020 que formulamos para ajudar a cumprir com as recomendações da Direção Geral de Saúde.” refere José Miguel Almeida, Presidente do Conselho de Administração da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito. Reforçou ainda que “apesar do escaldão que se verificou, a Adega recebeu mais de 8 400 000 Kg de uva, e as expectativas são positivas. Seguramente temos uma boa colheita de 2020.”

A vindima terminou dia 30 de setembro, tendo o seu pico a 31 de agosto. A equipa da Adega e todos os associados que nos acompanham sempre nesta altura do ano, aguardam com expectativa o resultado desta vindima.

     

LANÇAMENTO DO VIDIGUERIA TRINCADEIRA

Vidigueira Trincadeira 

A 23 de outubro de 2020 iremos apresentar o 4º monocasta tinto da gama Vidigueira. Após o sucesso do Vidigueira Antão Vaz, que tem levado a unicidade desta casta a todo o país, e mais além, tivemos os tintos Vidigueira Alicante Bouschet, que logo na primeira semana de lançamento conquistou uma medalha de ouro, o Vidigueira Syrah e o Vidigueira Touriga Nacional. Agora surge o Vidigueira Trincadeira. Pode acompanhar este lançamento em direto, através do Instagram.

A Trincadeira é uma casta autóctone, também conhecida por Tinta-Amarela, e tem um cultivo nacional. Requer solos xistosos, com um clima húmido de inverno e ameno no verão.

De acordo com o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) “a qualidade dos vinhos depende muito das condições edafoclimáticas e do estado sanitário das uvas na chegada à adega, mas no geral, os vinhos jovens apresentam uma cor granada intensa e no aroma são percetíveis algumas notas de alguma ameixa passa; predominando um aroma herbáceo associado a especiarias e alguma pimenta, com a evolução podem encontrar-se aromas de compotas e uma grande complexidade e finura; na boca, os vinhos são geralmente macios e com algum acídulo, mostrando notas semelhantes ao aroma. No geral, apresentam boa aptidão para envelhecimento e em particular para o envelhecimento em madeira.”

O Vidigueira Trincadeira, com um teor alcoólico de 16%, expõe um aroma a frutas pretas de caroço bem maduras e na boca apresenta-se extremamente encorpado com um toque vegetal. Recomendamos o seu consumo entre os 18º e os 20º.

Esta novidade Já se encontra à sua disposição para adquirir na Loja da Adega e na nossa loja online.

Fiquem atentos às nossas redes sociais!

 

ASSOCIAÇÃO DOS ESCANÇÕES DE PORTUGAL

Curso Nacional Fernando Ferramentas

Entre os dias 14 e 18 de setembro a Associação dos Escanções de Portugal (AEP) esteve na nossa Casa das Talhas e realizar a “Formação Fernando Ferramentas”, orientada pelo formador Tiago Paula.

A AEP é uma associação cultural que pretende acompanhar e formar profissionais do serviço de vinhos e outras bebidas, quer sejam de estabelecimentos de hotelarias ou similares, através de cursos específicos e especializados e cursos profissionais. O objetivo é aproximar a relação entre o escanção e as entidades que produzem e vendem estas bebidas.

O Curso Nacional Fernando Ferramentas é realizado uma vez por ano, sempre em cidades distintas de norte a sul do pais. O nome é uma homenagem ao fundador da AEP, e visa ajudar a melhorar o conhecimento dos vinhos portugueses e qual a melhor forma de os servir. Em cada cidade são selecionados os 3 melhores formandos que irão disputar uma final, onde será reconhecido o melhor profissional ao serviço do vinho em Portugal.

Para Tiago Paula, este tipo de cursos “ajudam a desmistificar ideias pré-concebidas sobre o vinho, nomeadamente no que respeita ao método de servir, provar e apreciar, de forma a valorizar cada vez mais o vinho português em cada momento. No fundo pretendemos deixar uma semente nos nossos formandos para irem à procura, para se aventurarem no mundo dos vinhos e descobrirem quais as suas aptidões ligadas a este universo tão único e distinto de cada região.” Como atual Presidente da Assembleia dos Escanções de Portugal, Tiago Paula sente a responsabilidade que lhe é confiada e o desafio de levar a cabo o conhecimento do mundo dos vinhos a todos os interessados.

A Adega apoia a AEP e considera que estes tipos de formações são essenciais para apresentar, provar e casar os vinhos com o momento e os respetivos pratos em degustação. Foi com este sentido de responsabilidade que a equipa da Unidade de Enoturismo da nossa Adega realizou esta formação.

 

Para saber mais sobre o curso vá a: https://www.escancao.com/curso-portugal-fernando-ferramentas

Conheça a agenda de cursos: https://www.escancao.com/agenda?fbclid=IwAR0ERVSyl4_DOLnqnx-cwtXraZNAeNBakZlj9FlGcJEq-UXAdFOgz0Kq8u4

VIDIGUEIRA ALICANTE BOUSCHET UMA ESCOLHA NO FEMININO

PRÉMIO VINDUERO/VINDOURO – VIDIGUEIRA ALICANTE BOUSCHET

Mais uma vez o nosso reconhecido vinho tinto – Vidigueira Alicante Bouschet – conquista duas medalhas, desta feita em concurso Ibérico: VinDouro 2020.

Medalha de Ouro no Feminino, uma avaliação realizada somente por profissionais do sexo feminino.

Medalha de Prata, na avaliação realizada por todos os profissionais internacionais convidados (sexo masculino e feminino).

O VinDouro é um concurso que pretende dar a conhecer aos consumidores e apreciadores os melhores vinhos portugueses e espanhóis, dando destaque aos vencedores no Guia dos Melhores Vinhos de Espanha e de Portugal 2020, que estará disponível em https://premiosvinduero.com/?lang=pt-pt.

Com um elenco de cerca de 60 provadores de prestígio internacional, cada vinho é provado por 10 profissionais (5 homens e 5 mulheres distribuídos por várias mesas). Este ano foram a concurso cerca de 1 000 vinhos, distribuídos em 11 categorias diferentes, em que 52,9 % eram portugueses e os restantes 47,9 % espanhóis.

Este concurso teve lugar em Trabanca (Salamanca), entre os dias 4 e 6 de agosto, e procedeu a dois tipos de concursos nos vinhos:

  1. Prémios VinDuero-VinDouro no Geral, é a tradicional avaliação de todos os 60 provadores do certame (homens e mulheres)
  2. Prémios VinDuero-VinDouro em feminino, uma avaliação exclusiva das mulheres membros do Comité Internacional de Prova.

VINDIMAS 2020 A ALTURA MAIS AGUARDADA DO ANO

Foi no passado dia 19 de agosto que demos início à altura do ano mais aguardada por todos – As Vindimas!

Muitos já se encontravam de férias, mas os bagos das uvas estavam prontos para serem vindimados. E estes representam todo o trabalho de campo que é realizado ao longo de um ano, e que agora animam a região de Vidigueira, Cuba e Alvito, com os tratores dos viticultores carregados de uvas.

Gerações juntam-se para vindimar, entre homens e mulheres, jovens e idosos, todos querem fazer parte deste processo de colheita que dará origem aos extraordinários vinhos, como os que temos presenteado os nossos consumidores e apreciadores nos últimos anos.

Confiantes que, mesmo com todas as controvertias, teremos uma colheita com qualidade, e seguros de que todos cumprem com as devidas recomendações da Direção Geral de Saúde (DGS), a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito, preparou um Guia de Recomendações Vindimas 2020 com medidas especificas que podem ser implementadas, para que se garantam as condições necessárias à proteção de saúde de todos os colaboradores e cooperadores durante esta vindima.

Scroll to top Reserve Agora