• No products in the cart.
Finalizar Compra

EVENTO SAMUEL SALGADO NA ACVCA

EVENTO SAMUEL SALGADO NA ACVCA

No passado dia 28 de janeiro, a Casa das Talhas da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito (ACVCA) foi o local escolhido pela empresa Samuel Salgado unipessoal, lda para a realização de uma reunião/ debate técnico sobre a cultura da vinha.

Com 10 anos de existência, a Samuel Salgado trabalha com diversas culturas, tais como o olival, os frutos secos, os cereais, o milho e a vinha, realizando também um conjunto de serviços, entre os quais análises de solo, microbiológicas, água ou foliares. Para além destas vertentes, a venda de tratores e equipamentos agrícolas é outra das apostas fortes desta empresa.

O técnico da ATEVA – Associação Técnica dos Viticultores do Alentejo, Hugo Pardal, abriu a reunião dando as boas vindas a todos e reforçou a importância deste tipo de eventos, bem como a colaboração dos técnicos de campo e dos enólogos nestas reuniões. De acordo com Samuel Salgado, gerente desta empresa, esta reunião teve como principal objetivo a partilha de experiências, conciliando os conhecimentos dos técnicos agrícolas e dos enólogos.

O evento contou com a presença de vários oradores. Iniciando com uma apresentação da Engenheira Iva Almeida, representante da empresa Ascenza, sobre controlo fitossanitário e de infestantes na cultura da vinha. Em seguida, o engenheiro Luís Torres Pereira reforçou a importância de uma boa análise química dos solos, água e foliares para uma melhor tomada de decisão aquando da execução do plano de fertilização. Aqui realçou o laboratório francês Aurea, destacando todas as informações fornecidas nestas análises. Nesta apresentação, o interveniente referiu também a passagem de testemunho desta importante representação para a empresa Samuel Salgado, que passa a ser o novo representante no país.

Participou também a bióloga da Faculdade de Ciências de Lisboa e representante da empresa Soilvitae, Patrícia Monteiro, que falou na importância dos microorganismos no solo e rizoesfera. Esta apresentação trouxe uma nova perspetiva da importância destes seres vivos para o equilíbrio do solo e consequente benefício para as plantas que ficam mais saudáveis e produtivas. Ao nível da nutrição vegetal, a empresa Compo, foi representada pelos Engenheiros Pedro Cabanita e Rodrigo Martins (enólogo). Estes apresentaram um plano de fertilização para a vinha, onde o objetivo principal foi a demonstração da influência da fertilização na qualidade final do vinho. Para isto foi realizada uma prova cega de vinhos, para todos os participantes, onde foi possível confirmar as diferenças na qualidade dos vinhos realizados em microvinificação de cada um dos três tipos de fertilização (Testemunha, sem fertilizantes; Convencional e Top).

Depois da sessão de trabalho, houve uma atuação do fadista Luís Sarturnino na Sala de Barricas da Casa das Talhas, onde estagiam alguns dos vinhos da adega. Seguiu-se um jantar buffet, com iguarias regionais, servido pela equipa da adega acompanhado de presunto da Casa Cravinho.

De referir que não é a primeira vez que esta empresa escolhe a Casa das Talhas da ACVCA para apresentar os seus produtos. A primeira reunião ocorreu em dezembro de 2019 e o tema foi a viticultura sustentável.

 

Para saber mais sobre a Samuel Salgado carregue aqui.

Para mais informações sobre a Casa das Talhas, vá aqui.

Scroll to top